top of page

Normas Internacionais de Contabilidade (IFRSs) e suas aplicações na perícia contábil

As Normas Internacionais de Relatórios Financeiros (IFRS, na sigla em inglês) ou Normas Internacionais de Contabilidade (IAS, na sigla em inglês) têm como objetivo padronizar os procedimentos contábeis, fornecendo diretrizes para a preparação e apresentação das informações contábeis, garantindo a comparabilidade e a confiabilidade dos relatórios financeiros.


A Perícia Contábil utiliza tais normas como fonte para identificar elementos capazes de identificar irregularidades, fraudes ou inconsistências nos registros contábeis, garantindo assim um trabalho fidedigno e padronizado, facilitando a troca de informações contábeis entre empresas que possuem relações comerciais internacionais. Essas normas também podem servir como elemento de reforço de determinada conduta ou registro efetuado.


Tais normas contribuem para a redução de erros e omissões nas demonstrações financeiras, minimizando os riscos e os impactos negativos associados à falta de transparência e inconsistência nas informações contábeis, o que, por sua vez, contribui diretamente para o trabalho pericial.


Nesse sentido, os profissionais da Perícia Contábil precisam compreender as IFRS para aplicá-las no contexto e nas circunstâncias específicas de cada caso. Isso ocorre porque cada situação pericial apresenta desafios excepcionais, requerendo análises e abordagens personalizadas. Por essa razão, os profissionais da Perícia Contábil precisam estar capacitados para interpretar as IFRS e adaptá-las às questões em discussão, sem comprometer a precisão e a confiabilidade.


Em síntese, as IFRS são fundamentais à Perícia Contábil, por estabelecer diretrizes precisas e consistentes para a análise e avaliação das informações contábeis. Sua aplicação proporciona a padronização, transparência e comparabilidade das demonstrações financeiras, corroborando com a confiabilidade e a credibilidade dos resultados periciais.


Comments


bottom of page